Gasolina na Grande Vitória chega a R$ 4,39

Um novo aumento no preço da gasolina foi registrado em alguns postos de combustíveis nesta semana da Grande Vitória, o valor da gasolina comum chegou a R$ 4,39.

Muitos locais mudaram o preço da gasolina na manhã desta quarta-feira (11), mas o motivo dessa mudança não foi informado. Uma das possibilidades desse aumento é a falta de abastecimento de combustível no Estado.

Gasolina na Grande Vitória chega a R$ 4,39
(Fonte:folhavitoria.com.br)

Durante a pesquisa, foi verificado que em alguns locais o valor não mudou, segundo as informações que foram passadas para a reportagem, mas em outros o reajuste chegou a mais de 7% em menos de dez dias.

De acordo com o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado do Espírito Santo (Sindipostos-ES), por meio de nota, “postos de combustíveis e sociedade, mais uma vez, estão à mercê da falta de informação quando se trada de desabastecimento de gasolina, diesel e etanol. Esta situação, sem explicações claras pelos agentes logísticos, deixa no ar de quem seria a verdadeira responsabilidade. E os postos, que são a parte mais visível da cadeia, mas também vítimas, acabam sendo colocados sob suspeita pelo consumidor”.

A nota ainda informa que “o Sindipostos-ES repudia essa atitude dos agentes logísticos e pede que consumidores e sociedade entendam que a falta de produto não está ao alcance da revenda, que perde tanto quanto o consumidor, com redução de vendas e prejuízos imensuráveis”.

A orientação do Sindipostos-ES ao consumidor é que procure manter sua rotina. “A expectativa, mesmo que sem informações precisas, mas levando em consideração situações anteriores semelhantes, é que a normalidade do abastecimento se resolva nos próximos dias”.

Sobre o aumento de preços, o sindicato destacou que o mercado é livre e que o preço depende única e exclusivamente de cada revendedor individualmente, que o define de acordo com seus custos e estratégia de concorrência. “Tratar sobre essa questão, merece cautela. Antes de afirmar que houve aumento ou relacionar à falta de produto é prudente entender qual preço estava sendo praticado antes e quando se deu a alteração no preço de venda. Também é importante não generalizar situações particulares, individuais e pontuais”.