Sobreviventes de naufrágio chegam em Itapemirim e Marinha faz buscas por corpos

0
746

52032aa0-54f8-0135-00f0-6231c35b6685--minified

Os três sobreviventes da embarcação ‘Kairós’, que naufragou na madrugada da última quarta-feira (26), a cerca de 80 quilômetros da costa, na altura da cidade de São João da Barra, no estado do Rio de Janeiro, retornaram para casa. Eles chegaram ao Porto de Itaipava, em Itapemirim, por volta das 6h15 desta quinta-feira (27).

De acordo com o subsecretário de Pesca de Itapemirim, Renildo Peçanha, os três pescadores: Marcinho, Jacieli e Macarrão, foram encaminhados para o Hospital Menino Jesus, em Itaipava, onde permanecem sob cuidados médicos. “Disponibilizamos duas ambulâncias da prefeitura para ajudar no socorro. Sabíamos das condições dos tripulantes e que um estava mais debilitado. Eles estavam conscientes e conversaram sobre o que ocorreu”, comenta Peçanha.

73c4db20-54f8-0135-00f8-6231c35b6685--minified

Integrantes da Marinha do Brasil, que acompanham o caso, estiveram no hospital para conversar com os pescadores. Assim que receber alta do hospital, eles serão ouvidos formalmente. “Isso não será imediatamente. Primeiro eles precisam se recuperar da tragédia”, continua o subsecretário.

Ao desembarcar no Porto de Itaipava, os pescadores contaram que por volta de meia noite da última quarta-feira (26), perceberam que estava entrando água na embarcação e tentaram vedar, sem saber de onde entrava a água. “Por volta de 1h, o barco começou a afundar e eles emitiram o primeiro pedido de socorro para as embarcações e para a estação de rádio do Porto de Itaipava”, explica.

Os pescadores confirmaram as mortes dos colegas: Pablo Souza Amaral, Wanderson Batista Gomes e Cleidilson. “Eles contam que com o passar no tempo na água à espera de socorro, os colegas começaram a entrar em estado de hipotermia e afundaram. A Marinha vai continuar com as buscas pelos corpos nesta quinta (27) e sexta-feira (28)”, ressalta Renildo.

As famílias dos sobreviventes e dos pescadores mortos na tragédia estão recebendo apoio social da prefeitura. “Estamos apoiando essas famílias. Nossa cidade está de luto. Perdemos três jovens de 18, 19 e 22 anos. Os familiares estão muito abalados. Todos estamos abalados”, completa Peçanha.

LEAVE A REPLY