Tragédia em Linhares, pastor acusado de homicídio triplamente qualificado

Na manhã dessa quarta-feira (23 de Abril) a Polícia Civil de Linhares realizou uma coletiva de imprensa para divulgar o resultado das investigações sobre a morte dos irmãos Joaquim Alves Sales, de 3 anos, e Kauan Sales Butkovsky, de 6 anos.

De acordo com a polícia as crianças sofreram abusos, agressões e depois foram queimadas. Na madrugada do dia 21 de Abril o George Alves teria se aproveitado da ausência da esposa para abusar sexualmente do filho e do enteado.

Depois do ato ele teria agredido as crianças até deixa-las desacordadas. Tentando esconder os crimes de abuso e agressão, o pastor teria levado os meninos para o quarto, jogado sobre eles alguma substância inflamável e ateado fogos nas crianças ainda vivas.

Durante as pericias realizadas no último mês foi encontrado sêmen no corpo dos garotos, assim como sinais de agressão. Ainda foram encontrados evidências nas vias respiratórias dos irmãos que mostram que eles estavam vivos quando o incêndio começou.

Além disso os ferimento apresentados por George Alves não eram compatíveis com a história que ele apresentou a polícia.

Agora o caso será enregue a Justiça e o pastor será indiciado pelos crimes de duplo homicídio triplamente qualificado e duplo estupro de vulnerável, se condenado a soma das penas pode chegar a 126 anos de prisão.